ACESSO RÁPIDO
Institucional

Ferramenta irá ampliar a participação de pacientes em pesquisas clínicas

Publicado 05 de maio de 2021
Ferramenta irá ampliar a participação de pacientes em pesquisas clínicas

Para ampliar a elegibilidade e a participação dos seus pacientes em pesquisas clínicas, a Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre incorporou a ferramenta Medexprim, líder europeu especializado na extração de conjuntos de dados complexos. Agora, qualquer paciente que realizar seus exames de imagem na instituição (como ultrassonografia, tomografia computadorizada, ressonância magnética, entre outros) poderá ser recrutado – se estiver de acordo - para a participação em estudos inovadores, que visam possibilitar novos tratamentos para as mais diversas patologias, liderados pela indústria farmacêutica. Com a estratégia R-WiDE (de dados de imagens do mundo real a evidências) e por meio de uma rede de hospitais acadêmicos europeus e parceiros de dados globais, a Medexprim ajuda empresas biofarmacêuticas a acessar conjuntos de dados específicos e projetar ensaios clínicos mais bem-sucedidos, econômicos e rápidos, desenvolvendo biomarcadores de imagem e criando dados consolidados e completos por doença.

Para isso, a Medexprim está ligada aos dois sistemas que operam na Santa Casa: o Tasy - sistema de registro de prontuário que reúne informações de todos os pacientes dos nove hospitais que integram a instituição - e o PACS – tecnologia de armazenamento e acesso de imagens em uso na Santa Casa - atuando em conjunto, também, com a Patient Network, ferramenta que combina os protocolos do estudo dos patrocinadores com os dados anônimos dos pacientes na rede de hospitais da Clinerion, empresa com sede na Suíça que acelera as pesquisas clínicas e o acesso médico a tratamentos para pacientes. O uso da ferramenta na Santa Casa foi validada pelo médico radiologista Bruno Hochhegger, que também é um dos pesquisadores da instituição.

“A utilização de ferramentas de ponta, como a Medexprim e Patient Network, não só mantém a Santa Casa no pioneirismo em ações de pesquisa, como possibilita que um número cada vez maior de pessoas possa acessar tratamentos inovadores, que podem significar o controle de sintomas, curar e prevenir doenças, restabelecendo a saúde ou melhorando a qualidade de vida das pessoas” explica o diretor médico e de ensino e pesquisa da Santa Casa, Antônio Kalil. A Santa Casa participa, atualmente, de 120 estudos clínicos patrocinados pela indústria farmacêutica nas áreas de cardiologia, oncologia, nefrologia, pneumologia, infectologia, hipertensão pulmonar, pediatria, endocrinologia e terapia intensiva.

Texto: Adriana Contieri Abad/Santa Casa
Imagem: Nicole Rosa da Silva/Santa Casa


290 visualizações