ACESSO RÁPIDO
Hospital Santa Rita

Dia Mundial da Aspergilose: você já ouviu falar nesta doença?

Publicado 27 de February de 2020
Dia Mundial da Aspergilose: você já ouviu falar nesta doença?

Esta infecção de nome diferente é causada por Aspergillus, um fungo amplamente distribuído na natureza, tanto dentro como fora das casas. A maioria das pessoas respira este fungo todos os dias de suas vidas, sem que o mesmo cause qualquer doença. No entanto, pessoas com as defesas baixas ou com doença no pulmão estão sob maior risco de desenvolver problemas de saúde relacionados ao fungo. Alguns tipos podem ser bastante leves, enquanto outros podem ser letais.

A área que estuda e analisa este fungo é chamada de micologia. E a Santa Casa, por meio de seus laboratórios de Micologia e de Biologia Molecular, realiza o Teste de Galactomanana, que identifica o crescimento de Aspergillus em amostras clínicas. Além disso, dois médicos da Santa Casa, Alessandro Pasqualotto e Bruno Hocchegger, integram o seleto time de parceiros da Confederação Europeia de Micologia Médica, o que garante à instituição muita experiência acumulada na área, sendo referência internacional no assunto. O teste de PCR para este fungo, além de outros, também é realizado na instituição. Estima-se que apenas 20% dos centros de saúde do mundo tenham acesso a este teste.

A aspergilose
Embora seja uma doença pouco conhecida, a aspergilose é um problema para muitos pacientes. Boa parte dos asmáticos são alérgicos a fungos, e estima-se que 2,5% dos pacientes com asma desenvolvam aspergilose alérgica, totalizando 4,8 milhões de casos em todo o mundo. Entre os pacientes com fibrose cística, entre 1 e 15% possui aspergilose alérgica. Tuberculose é também doença muito comum em todo o mundo e estima-se que entre 10 e 20% fique com buracos nos pulmões após a tuberculose, local onde Aspergillus pode crescer e causar doença. Estima-se que 1,2 milhão de pessoas possuam aspergilose como consequência de tuberculose. Já em imunodeprimidos, particularmente aqueles em quimioterapia para leucemia, usuários de esteroides ou transplantados, o fungo pode invadir os pulmões, e de lá disseminar para virtualmente qualquer órgão, com mortalidade variando entre 20 e 60%. Cerca de 15 mil hospitalizações ocorreram nos Estados Unidos em 2014 devido à aspergilose, a um custo estimado de U$ 1,2 bilhão. Uma vez que os casos de aspergilose não são notificáveis aos órgãos de saúde, sua real frequência não é conhecida.

Fontes:
www.cdc.gov/fungal/diseases/aspergillosis
www.gaffi.org


1512 visualizações